Tipos de Visto para a Austrália
Dec03

Tipos de Visto para a Austrália

Oi gente, hoje venho contar mais um pouquinho sobre como migrei para a Austrália. Quando decidi que era para a Austrália mesmo que eu queria ir, comecei a procurar tipos de visto, escolas de inglês, share accommodation (um tipo de república de estudantes) e coisas assim. Naquela época eu já era formada pela PUC-SP em Comunicação em Multimeios e, ao pesquisar na lista de profissões do Governo Australiano, vi que a minha profissão estava em demanda. Isso me animou muito, pois percebi que esse seria o caminho mais fácil para a tão desejada PR (residência permanente). Como eu tenho dupla cidadania, brasileira e italiana, fui atrás do Working Holiday Visa, um visto para Europeus, Argentinos, Chilenos, Sul-Coreanos e algumas outras nacionalidades. O pedido para esse visto é feito pela internet, o pagamento é com cartão de crédito e o visto é aprovado na hora, algo bem diferente que ocorre no processo de visto para brasileiros. Se você tem dupla cidadania, recomendo muito que você procure mais informações sobre o Working Holiday Visa no site da Imigração. A maior vantagem desse visto é que ele permite que o estrangeiro trabalhe período integral. Mas a maior desvantagem dele é que não se pode estudar por mais do que 4 meses. Sem contar que, se o estrangeiro não conseguir um empregador que lhe ofereça o Sponsor Visa, ele só poderá trabalhar por 6 meses para cada empresa e, caso queira renovar o visto por mais um ano, terá que trabalhar nas fazendas colhendo frutas ou cuidando dos animais. Assim que cheguei em Sydney comecei a mandar currículos e dei a maior sorte do mundo de conseguir um emprego logo no primeiro currículo enviado! Como se isso não bastasse, depois de um mês de trabalho meu chefe me ofereceu o tão desejado Sponsor Visa, o visto de Residência Temporária de 4 anos. Após 2 anos no Sponsor Visa dei entrada no processo de Job Nomination, vulgo Residência Permanete, que foi aprovado 6 meses depois. E foi assim que o meu destino na Austrália começou a ser traçado! Se você também sonha em migrar para a Austrália, não deixe de dar uma olhadinha no programa de Imigração Permanete. Primeiro confira se a sua profissão está em demanda na lista do Governo e depois veja se você tem os pontos necessários para se inscrever nesse programa. Agora se sua única opção é vir com o Visto de Estudante, eu aconselho que você comece a guardar dinheiro desde já, pois a vida de estudante na Austrália não é as mil maravilhas! Isso porque o visto é caro e ele exige que seja feito um exame médico...

Read More